domingo, 16 de fevereiro de 2014

Organização

Minha imã me passou um link com umas dicas bem legais para o nosso dia a dia.
Encontrei essa, que achei bem bacana de fazer em casa com os pequenos.
Para aprenderem a dobrar e guardar as camisas.
Né legal?
No meu caso, utilizamos prateleiras para as camisas dos meninos, amanhã mesmo que é segunda, começaremos a colocar em prática!


terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

Lenços desinfetantes

Minha casa é grande.Temos muitos quartos, salas, varanda, garagem...e ainda 2 cachorros!
Temos muuuita sujeira diariamente, e sempre preciso de bons produtos de limpeza para me auxiliarem nessa luta diária...rss
Uso sempre, produtos de boa qualidade, que sejam bactericidas, pois para mim é muito importante.
Encontrei na net, esses dias, uma dica que achei bem legal, e com certeza irá me ajudar muito.
Já utilizo há algum tempo, essas toalhas de papel resistentes, para a limpeza da casa, então, encontrei uma forma de deixa-la bem eficaz nas minhas limpezas...torná-la um lenço umedecido desinfetante!

Veja só que fácil:

Material necessário:

Pinho Sol ou vinagre (Receitas estão na parte inferior deste post para vários tipos de produtos de limpeza que você pode criar)
Toalhas de papel resistente , eu uso esse aqui:


Água
Vasilha plástica que vede bem o ar
Faca serrilhada
Algo para cortar um buraco  na vasilha plástica
Copos de medição
Tigela


Mode fazer:

1. Cortar o papel toalha no tamanho que ele encaixe bem no recipiente de plástico que você selecionou. Eu usei uma grande faca serrilhada para cortar.

2. Em seguida, você terá de cortar um buraco na parte superior da tampa de plástico para que você possa facilmente puxar as toalhas de papel ou devo dizer, toalhas desinfetantes, para fora.

3. Misture a sua solução desejada.

Aqui estão algumas receitas que você pode usar:

Receita de Limpeza Desinfetante (esta é o que eu usei):

1/2 xícara de solução de limpeza pinheiro como Pine Sol
2 3/4 de xícara de água

Limpeza geral da superfície Receita:

1 1/2 xícaras de vinagre branco
1 1/2 xícaras de água
Opcional: Algumas gotas de óleo com aroma favorito essenciais para reduzir o odor de vinagre

Janela de vidro de limpeza Receita:

1/2 xícara  Álcool
2 1/2 xícaras de água
1 colher de sopa de vinagre branco

4. Depois de ter sua solução misturados, despeje a solução sobre as toalhas de papel, no recipiente plástico. Coloque a tampa de volta no recipiente de plástico e deixe-a  durante toda a noite.

5.No dia seguinte, o tubo de papelão, que é o centro do rolo de papel toalha, devesair facilmente (Veja a foto inferior direita acima).

6. Retire cuidadosamente .
Passar a extremidade das toalhas através do orifício na tampa.

Prontinho! Você agora tem seus próprios panos de limpeza doméstica. É realmente simples de fazer!

O que você acha? Você está pronto para fazer os seus??

Traduzido daqui

quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

Casamento não é para você!

Texto lindo que acabei de ler.
E gostaria de compartilhar com vcs.


casamento
Estando casado apenas por um ano e meio, eu recentemente cheguei à conclusão de que casamento não é para mim.

Agora, antes que você comece a imaginar coisas, continue lendo.
Eu conheci minha esposa na escola, quando tínhamos 15 anos. Nós éramos amigos havia dez anos, até que…  até que decidimos que não queríamos ser apenas amigos. Eu recomendo fortemente que melhores amigos se apaixonem. Haverá bons tempos para todos.
No entanto, me apaixonar por minha melhor amiga não me impediu de ter certos medos e ansiedades sobre me casar. Quanto mais eu e Kim nos aproximamos da decisão de nos casarmos, mais eu fui tomado por um medo paralisante. Eu estava pronto? Eu estava fazendo a escolha correta? Kim era a pessoa certa para mim? Ela me faria feliz?
Então, certa noite, eu compartilhei esses pensamentos e preocupações com meu pai.
Talvez cada um de nós tenha momentos em nossas vidas em que parece que o tempo fica mais lento, ou o ar fica parado, e tudo ao nosso redor parece encolher, marcando aquele momento que você nunca vai esquecer.
Meu pai dando suas respostas às minhas preocupações foi um grande momento para mim. Com um sábio sorriso ele disse, “Seth, você está sendo totalmente egoísta. Então eu vou simplificar as coisas: casamento não é para você. Você não se casa para ser feliz, você se casa para fazer alguém feliz. Mais que isso, seu casamento não é para você, você está casando para uma família. Não apenas para os parentes e todas essas besteiras, mas pelos seus futuros filhos. Quem você quer que te ajude a criá-los?  Quem você quer que os influencie? Casamento não é para você. Não é sobre você. Casamento é sobre a pessoa com quem você se casou.”
Foi nesse exato momento que eu soube que Kim era a pessoa certa para mim. Eu percebi que eu queria fazê-la felizvê-la sorrir todos os dias, vê-la gargalhar todos os dias. Eu queria ser parte da família dela, e a minha família queria que ela fosse parte da nossa. E lembrando de todas as vezes em que a vi brincando com meus sobrinhos, eu soube que ela era a pessoa com quem eu gostaria de construir nossa própria família.
O conselho de meu pai foi ao mesmo tempo chocante e revelador. Foi na contramão da “filosofia Walmart” de hoje, que é: se não te faz feliz, você pode devolver e pegar um novo.
Não, um verdadeiro casamento (e um verdadeiro amor) nunca é centrado em você. É centrado na pessoa que você ama – seus desejos, suas necessidades, suas esperanças, e seus sonhos. O egoísmo exige: “O que há aí para mim?”, enquanto o amor pergunta: “O que eu posso dar?”
Há algum tempo, minha esposa me mostrou o que é amar sem egoísmo. Por muitos meses, meu coração endureceu com uma mistura de medo e ressentimento. Então, quando a pressão chegou a um nível insuportável, as emoções explodiram. Eu era insensível. Eu era egoísta.
Mas, ao invés de se igualar ao meu egoísmo, Kim fez algo além do maravilhoso – ela mostrou um transbordamento de amor. Deixando toda a dor e angústia que eu havia causado, ela amorosamente me tomou em meus braços e acalmou minha alma.
Eu percebi que tinha esquecido o conselho do meu pai. Enquanto o lado de Kim no casamento tinha sido me amar, meu lado do casamento era só sobre mim. Essa terrível descoberta me levou às lágrimas, e eu prometi à minha esposa que iria tentar ser melhor.
Para todos que estão lendo esse texto – casados, quase casados, solteiros, ou mesmo solteirão ou solteirona – eu quero que você saiba que casamento não é para você. Nenhuma relação de amor verdadeiro é para você. O amor é para a pessoa que você ama.
E, paradoxalmente, quanto mais você verdadeiramente ama essa pessoa, mais vocêrecebe. E não apenas dessa pessoa, mas dos amigos dela e da família dela e milhares de outras pessoas que você nunca teria conhecido se seu amor permanecesse egoísta.
Na verdade, amor e casamento não são para você. São para os outros.

Original: Seth Adam Smith

Mãe desnecessária

Recebi esse texto no facebook...
Já o tinha visto outra vez, mas esqueci de postar aqui.
Acho lindo, lindo, e é exatamente o que penso sobre  a maternidade.
Criar os filhos para o mundo, e não para mim.
Criar filhos independentes, capazes de tomar suas proprias decisões.
Sinto que já estou me tornando uma mãe desnecessária...

*********************************

"A boa mãe é aquela que vai se tornando desnecessária com o passar do tempo. Várias vezes ouvi de um amigo psicanalista esta frase e ela sempre me soou estranha. Até agora. 

Chegou a hora de reprimir de vez o impulso natural materno de querer colocar a cria embaixo da asa, protegida de todos os erros, tristezas e perigos. Uma batalha interna hercúlea, confesso. 

Quando começo a esmorecer na luta para controlar a supermãe que todas temos dentro de nós, lembro da frase, hoje absolutamente clara. Se eu fiz o meu trabalho direito, tenho que me tornar desnecessária. 

Antes que alguma mãe apressada venha me acusar de desamor, preciso explicar o que significa isto. Ser desnecessária é não deixar que o amor “incondicional” de mãe, que sempre existirá, provoque vício e dependência nos filhos, como uma droga, a ponto de eles não conseguirem ser autônomos, confiantes e independentes. Prontos para traçar seu rumo, fazer suas escolhas, superar suas frustrações e cometer os próprios erros também. 

A cada fase da vida, vamos cortando e refazendo o cordão umbilical. A cada nova fase, uma nova perda e um novo ganho, para os dois lados, mãe e filho. Porque o amor é um processo de libertação permanente e esse vínculo não para de se transformar ao longo da vida. Até o dia em que os filhos se tornam adultos, constituem a própria família e recomeçam o ciclo. 

O que eles precisam é ter certeza de que estamos lá, firmes, na concordância e na divergência, no sucesso ou no fracasso, com peito aberto para o aconchego, o abraço apertado, o conforto nas horas difíceis. 

Pai e mãe - solidários - criam filhos para serem livres. Esse é o maior desafio e a principal missão. Ao aprendermos a ser desnecessários, nos transformamos em porto seguro para quando eles decidem atracar." (D. A)

Pegando esse gancho, digo sempre às minhas pacientes “Mamães Angustiadas pela Autonomia dos Filhotes” que quando esquecemos de parar de sermos mães, nossos filhos se afastam de nós...eles precisam pensar com suas cabeças, cometer seus próprios erros e acertos!

Convenhamos, é muito chato uma mãe eterna no nosso pé...precisamos reconhecer, aliás com muito orgulho que eles, os nossos filhos crescem, se tornam autônomos, e muito melhores que nós, Graças a Deus!

Como diz o texto, é sinal de que fizemos um bom trabalho, quando percebemos que estamos sendo dispensadas e desnecessárias. É hora de descansar e curtir a turma de preferência à distância...

Lembre-se, muito melhor ser SOLICITADA que “OFERECIDA!!!”

Certa vez uma senhora pediu-me ajuda como terapeuta, pois não sabia o que fazer com um sobrinho, filho único, cuja mãe veio a desencarnar há pouco tempo. Um jovem de 18 anos, totalmente dependente, não queria estudar, colaborar, nem trabalhar... sua mãe o educara assim, com tudo à mão e à boca...nunca soubera antes o que seria fazer algo útil e construir seu futuro.

O jovem sobrinho estava desarmonizando toda a sua família de três filhos que por serem todos independentes, estudiosos, trabalhadores e responsáveis, não aceitavam o primo ocioso em sua casa.

Ao ouvir o relato de minha paciente, deparei-me em como eu sou feliz, pois tenho três filhos totalmente independentes, bem formados moralmente e intelectualmente... 

e fui fundo: se eu morrer agora não deixarei nenhum filho desamparado ou sob a responsabilidade de algum parente...meu Deus como sou feliz! A única falta que sentirão de mim será afetiva, emocional!

Senti então uma profunda gratidão à vida, a Deus e um tremendo orgulho da mãe que eu fui um dia, QUANDO ELES NECESSITAVAM DE UMA, pois hoje sou apenas uma Grande Amiga!

Ah! Continuo a distância! Quando sou solicitada sou a primeira a chegar! Caso contrário fico na minha, assisto à distância o desenrolar de suas vidas com muitos acertos, com inúmeros erros mas que eles “tiram de letra”, com muito mais competência que eu faria, se estivesse em seus lugares. 

E dou Graças a Deus!!!

EUCKARIS GUIMARÃES MENDES

segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

Volta às aulas!!

Nossas aulas começaram hoje e já levamos o nosso Kit volta às aulas Faber-Castell!!

Um dos mais legais é o lápis que não escorrega na mão! E ainda e Ecológico :D
E as canetinhas vai e vem??? Elas fizeram muuuito sucesso aqui em casa! Os meninos se divertiram vendo a ponta indo e vindo enquanto escreviam! E mamãe nem precisa se preocupar com a BAGUNÇA que fizemos, pois a tinta saí do tecido depois que lava!!!
Ah! Mas o que mais gostamos é do ESTOJINHO FOFO *--*Além de SUPER lindo, ele é todo organizado, e se falta um lápis, a gente percebe logo! Só assim para que os meninos não percam os lápis no primeiro dia de aula rss...

Boas Aulas, em boa cia.