segunda-feira, 9 de outubro de 2017

Biblioteca gratuita

Neste verão tomei conhecimento de uma pequena casinha de madeira, no jardim das conchas.
É uma linda biblioteca gratuita, no meio do jardim, onde as pessoas podem deixar um livro e pegar outro.


Essa pequena biblioteca,(tão querida!), faz parte de um projeto chamado Litle Free  Library, você pode conhecer um pouco do projeto, clicando no link a seguir.


A little Free Library é um espaço de partilha Gratuita de livros e através deles, de ideias e de convivio na comunidade. Sob o lema "Leve um Livro / Traga um Livro" cresceu um movimento internacional sem fins lucrativos, cuja missão é promover um senso de comunidade, leitura para crianças, alfabetização para adultos e bibliotecas gratuitas em todo o mundo. 

 Existem milhares espalhadas por todo o mundo, de várias formas e modelos extremamente criativos. Mas a versão mais comum é uma pequena caixa de livros de madeira em formato de casinha.





Olha essa, que espetacular!Também é aqui em Lisboa!


 Qualquer um pode pegar um livro ou trazer um livro para compartilhar.

Se você ficou interessado, que tal dar uma olhada no site, e criar uma dessas aí na sua rua também?
Lá você pode encontrar dicas de como montar , organizar e administrar uma LFL.


sexta-feira, 6 de outubro de 2017

Cupons de Desconto

Ou Cupões de Desconto, como se diz aqui.
É verdade.Eu assistia àqueles realitys na Discovery, onde familias inteiras passavam horas juntando cupões promocionais que vinham em revistas e jornais, para poder comprarem nos supermercados, produtos com desconto de até 100%.É sério.Realmente eles chegavam a não pagar nada pelos produtos.
Eu achava aquilo fantástico...apesar de ter quem ache loucura.
Mas, com certeza, qualquer um que tivesse uma familia grande como a minha, adoraria poder comprar produtos quase de graça.
Enfim, sinceramente, no Brasil EU NUNCA pude aproveitar um cupom sequer.
Conseguia, claro, aproveitar ofertas nos supermercados.Aproveitar para comprar determinado produto em quantidade, qdo o preço estava realmente atrativo.
Para não dizer que nunca usei cupom por lá, lembro de utilizar uns do Burguer King, que distribuiam no Midway Mall.
Mas aqui, consigo aproveitar realmente muitos cupons que recebemos.

Quando temos familia grande, as idas ao supermercado são quase que diárias.Sempre temos que ir buscar alguma coisa ou outra que falta.
Esses cupões que recebemos em casa, são realmente muito bons, e aproveito todos, e pasmem...várias são as vezes, onde ficamos com crédito no supermercado.

Há alguns dias, por exemplo...estávamos com 17€ de crédito acumulado no cartão Continente.
Então passamos a semana toda, a buscar itens que não precisamos pagar.

É simples conseguir esses créditos, não há mistério, e todos os supermercados tem os seus cartões e formas de agradar os clientes.
O meu preferido, sem sombra de dúvida é o Continente.
Desde que chegamos aqui, fizemos o cartão na loja mais próxima.
Então, chegou em nossa morada, o cartão e 2 mini cartões, que funcionam como chaveirinhos(estes ficam com os meninos), para que possam utilizar sempre que precisarem.

Cada compra que fazemos, passamos o cartão, que acumula pontos por valores.A cada valor x que compramos, recebemos saldos.
Além disso, aínda recebemos pelos correios, todo mês, diversos cupões promocionais, para utilizarmos nas lojas.



Com esses cupões, vamos acumulando crédito no cartão, e muitas vezes(muitas messsmo), temos saldos e não precisamos pagar nada qdo vamos comprar alguma coisa.

Claro que os cupões tem uma data para serem utilizados, então temos que aproveitar mesmo.
Por exemplo...esse abaixo nos deu 25% de desconto no cartão, na compra de azeite.

Então, nesse dia compramos 9€ em azeites.Ao apresentar o cupom, acumulamos 2,25 no cartão, para serem utilizados na próxima compra.


E assim, nesses saldos que vamos acumulando, ainda podemos utilizar em lojas parceiras, como o próprio Burguer King, Pizza Hut, e outros.

Ontem por exemplo, Gui foi ao shopping com uns amigos.
Resolveu lanchar no Burguer King, e utilizou o saldo que temos no cartão, para pagar a conta.
Não é fixe?

Claro, sei muito bem que nada nos é dado de graça...e que se eles nos oferecem esses cupões, nos "forçam" a comprar sempre por lá.
Mas, sério...se tem um supermercado que me dá um retorno em produtos, e outro que não me oferece nada...em qual vc iria?😉😉


Cadernos customizados

Pois é, não tem jeito.
Não há caderno que os agrade.
Então, como não podia deixar de ser...mais uma vez customizamos os cadernos deles.

Esqueci de tirar fotos do dos meninos, mas lembrei a tempo para os de Júlia, que esse ano só pensava em seus cadernos maravilhosos das séries que ela ama!!

Pois então, gastamos super barato:

Compramos aquele caderno super em conta do Continente, custou € 0,49.
O papel contacto  (película Adesiva forra livros), que custou € 1,29.
E as impressões de todas as séries que ela queria...e que passou o fim de semana todo escolhendo na net.

Então foi simples:






E lá foi ela, toda animada com seus cadernos exclusivos e apaixonantes.



sexta-feira, 29 de setembro de 2017

Sobre a amamentação

Como todos sabem, tenho 4 filhos e sempre fiz questão de amamentá-los.
Ainda grávida, pude contar com o apoio de meu obstetra, que me ensinou várias massagens estimulantes para a produção do leite, para que nunca(nem por desculpa alguma), faltasse para meus babies.
Lembro da segunda vez que fui mãe, ainda na maternidade com minha filha Julia, a enfermeira que estava de plantão, já chegou, assim  na lata ,com um copinho de leite NAN para alimentá-la, sem sequer ter se dado ao trabalho de me perguntar ou me orientar para que eu amamentasse minha filha e da importância que o leite materno tem na vida da criança, ainda mais naqueles primeiros instantes de vida dela.
Me danei chateei logo com a enfermeira, e disse que EU IA AMAMENTAR, mesmo que ela não se importasse com isso.Que meu corpo foi feito para amamentar, e era isso que eu ia fazer.
E assim fiz, e depois vieram os gêmeos, e apesar de ser mais cansativo e trabalhoso(claro) continuei a amamenta-los.
Sempre fui uma defensora de amamentação, e procurei apoiar e divulgar o máximo de dicas a respeito do assunto, pois sei que muitas mães são preocupadas e não conseguem obter as informações corretas, buscando assim, muitas vezes a praticidade/facilidade do leite de lata e das mamadeiras.

Hoje eu estava num dos grupos do facebook que participo, e encontrei esse texto.
Achei muito bom e gostava de partilhar com vcs, pois é bem assim mesmo que as coisas funcionam:



O SISTEMA te diz:
- Apertou e não esguichou?
- Só saiu isso na bombinha?
- Seu bebê só ganhou "x" gramas em um mês?
- SEU LEITE NÃO É SUFICIENTE!

A INDÚSTRIA te diz:
- Pra que se desgastar tanto amamentando?
- Pra que se privar do sono?
- O leite que nós produzimos é tão bom ou até melhor que o seu.
- Nossas mamadeiras e chupetas de última geração são justamente o que você precisa para recuperar o controle da sua vida.
- SEU LEITE É DISPENSÁVEL!

A SOCIEDADE te diz:
- Esse bebê não sai do peito?
- Ainda não dorme a noite toda?
- Já tá chorando de fome outra vez?
- Cadê as dobrinhas?
- SEU LEITE NÃO SUSTENTA!

Mas a CIÊNCIA te diz:
- Colostro é leite.
- Peito não é estoque, é fábrica.
- Ordenha não é parâmetro para medir produção. A sucção do bebê é infinitamente mais eficaz.
- Bebês amamentados em livre demanda não passam fome.
- Bebês não choram SÓ de fome.
- Cada bebê desenhará sua própria curva de desenvolvimento.
- Mamadeira, chupeta e bicos de silicone causam desmame precoce entre outros danos.
- Extero-gestação, picos e saltos, angústia da separação, mostram que seu peito é alimento não só do corpo, mas também da alma.
- Cama compartilhada é vida.
- SEU LEITE NÃO SÓ É SUFICIENTE, COMO É PERFEITO E INIGUALÁVEL; PRODUZIDO NA MEDIDA CERTA PARA AS NECESSIDADES DO SEU BEBÊ.

Num mundo tão cheio de (des)informações, precisamos escolher bem quem vamos escutar. Disso dependerá nosso sucesso ou fracasso na árdua, mas maravilhosa e recompensadora jornada da amamentação. Viva o tetê!

Texto de Gabrielle Costa de Gimenez @gabicbs
Ilustração de Typhaine Le Gallo @typhainelegallo


segunda-feira, 25 de setembro de 2017

Massa Base de bolo sem leite e sem ovos

Há algum tempo não faço mais bolo com ovos(exceto o pão de ló, claro).
Então tenho uma receita base, que faço diariamente aqui em casa, e modifico apenas o "saborizante" que pretendo dar.

A massa é simples, sem ovo e sem leite.Totalmente vegan.

Para a massa básica você vai utilizar:

2 xícaras de açúcar
2 xícaras de farinha de trigo
1/2 xícara de óleo

Mistura bem e acrescenta água até dar o ponto de massa de bolo.(mais ou menos como uma vitamina)

Utilizo essa base sempre.Modifico apenas o sabor.


  • Para o bolo de café: Receita base + ao invés de acrescentar somente a água, coloco café:



  • Para o bolo mesclado: Receita base, depois retiro uma pequena porção e acrescento chocolate em pó.


  • Para o bolo de cenoura: Bolo base + cenoura batida no liquidificador com a água( e claaaaro, coloco aquela cobertura maravilhosa de chocolate)

  • Para o bolo de laranja: Bolo base + laranja batida com casca e tudo no liquidificador 

Então é isso, gente!
Fica a dica simples, boa e barata para seus bolinhos para o lanche da tarde, ou até mesmo para o café da manhã.


segunda-feira, 11 de setembro de 2017

Você já comeu porras?

Nesse fim de semana fomos à Feira da Luz.
Uma feirinha perto do Shopping, onde teria um balão de ar quente e os meninos queriam andar.
Infelizmente o balão não pôde levantar voo...pois estava realmente uma ventania danada.
Uma pena, pois estávamos empolgados para saber como seria essa "volta de balão".
Passamos uma noite agradável em familia, apreciando a feirinha.
Dentre as "gordices" que tinham por ali, encontramos as porras:


Fomos lá provar então uma "porra" dessa!kkkk
Para quem nunca ouviu falar, as porras, nada mais são,além dos nossos churros recheados.
A diferença é que tem muitas opções de recheios de frutas, oreo, nutella, rafaello e muitos outros, que se fosse aí no Brasil, seriam logo denominados "churros gourmet".

Por um precinho de €2, pude provar uma porra de nutella.
Além de maiores que nossos churros aí do Brasil, ainda tem coberturas e frescurites para deixar mais "terrivel".








Tem também o que chamam aqui de farturas, que são os churros, só que sem o recheio.
As pessoas gostam muito tb(inclusive os meus)


Em muitas lugares, fazem as farturas tamanho familia.
São uns espirais fritos e passados no açucar.



mas confesso que prefiro as porras mesmo...kkkk