segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Brincando você conhece seu filho!







À medida que as crianças crescem, deixamo-nos absorver pela rotina do dia-a-dia, corre-corre do trabalho e preocupações domésticas, passando a priorizar um interesse pelos estudos e pelas notas dos filhos.

Por outro lado e devido à falta de tempo, para que nosso filho não tenha um tempo ocioso, enchemos o dia-a-dia da criança com inúmeras atividades como esportes, aulas de Inglês, Música, ballet...entre tantas outras.

Assim, os momentos de lazer compartilhado entre pais e filhos estão desaparecendo cada vez mais, levando assim, a falta de intimidade na relação.

Brincando com seu filho, você terá uma chance de conhecê-lo melhor, de perceber seus sentimentos,pensamentos, seu modo de agir perante as situações e principalmente de saber o que ele anda entende sobre o mundo...

Ao sentar no chão para montar quebra cabeça, desenhar, contar histórias, jogar banco Imobiliário, Perfil, Jogo da Pizza, brincar de escolinha, casinha, andar de bicicleta , assistir filmes e desenhos na Tv... estamos participando de suas vidas, e resgatando e estimulando comportamentos sadios como descontração, senso de humor e flexibilidade, além de estimular a criatividade e capacidade de raciocínio. Pense nisso!

Mas. talvez você esteja pensando, "é fácil falar, mas como fica quando a gente não tem tempo ou está morto de cansado?"

Sei, é claro que muitas vezes estamos mortos de cansados...mas são nossos filhos não pediram para nascer...é nossa responsabilidade dar-lhes atenção e respeito.Mas coloco algumas ideias para aqueles dias realmente que estamos "sem condição" de sentarmos para brincar...


* Peça para que seu filho brinque no chão ao seu lado, enquanto você descansa lendo uma revista ou vendo televisão(mas lembre-se isso é para aqueles dias em que não dá mesmo para brincar...não faça disso uma rotina...pois é o mesmo que não brincar)

* Enquanto você cozinha, chame seu filho para participar, ou então dê algum ingrediente para que elebrinque de preparar uma comidinha.

* Se você tem trabalho para terminar, peça a seu filho que fique ao seu lado desenhando ou colorindo um livro.

* Assistam juntos a um filme, ou desenho.

* Peça para que seu filho te conte conte uma história ou leia um livro para você.

Outra idéia é limitar o tempo da brincadeira: 15 minutos bem brincados, mesmo que apenas nos fins de semana, são melhores que uma manifestação de "não me incomode!" ou "me deixa!". 


Nós, pais de hoje, em geral, temos uma vida muito mais agitada e isso não é para ser esquecido, entretanto nossos filhos esperam por essa atenção, porque a brincadeira é seu meio de "conversar", descobrir coisas, mostrar o que sabem e se sentirem valorizados e importantes em nossas vidas.

E não esqueça...QUALIDADE É MELHOR QUE QUANTIDADE.

Nenhum comentário:

Postar um comentário