quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Trocando presentes no Natal

Texto lido por Vinicius e Júlia, para a brincadeira do amigo secreto.


Cada pessoa segurava seu presente, e em circulo, o presente ia seguindo para direita e esquerda de acordo com o texto abaixo.

Para quem quiser copiar, segue o texto lido por eles.
O texto foi encontrado na net.


Como você sabe, está chegando novamente a data de meu “aniversário”. Todos os anos fazem festa em minha honra e creio que este ano acontecerá a mesma coisa. Nesses dias as pessoas fazem muitas compras vão ao centro da cidade, aos shoppings andam para DIREITA , para ESQUERDA e voltam  para a DIREITA novamente, o rádio e a TV fazem centenas de anúncios. Por todo canto não se fala de outra coisa, nas ruas você anda e é propaganda por todo lado, olha para a DIREITA Vê anúncios de lojas de roupas ,olha para ESQUERDA é propaganda de brinquedos e eletrodomésticos então é à DIREITA,à ESQUERDA ,em cima em baixo, enfim em todo canto não se fala de outra coisa a não ser dos preparativos para o grande dia.
É bom saber que ao menos um dia por ano, algumas pessoas pensam um pouco em mim. Como você sabe, há muitos anos começaram a festejar meu aniversário. No começo, pareciam compreender e agradecer o que fiz por eles, mas HOJE em dia, ninguém sabe por que razão o celebram. As pessoas se reúnem e se divertem muito, mas não sabem do que se trata…
Estou me lembrando do ano passado: ao chegar o dia do meu aniversário, fizeram uma grande festa em minha honra. Havia coisas deliciosas na mesa , à DIREITA da mesa bolos, doces ,à DIREITA da sala uma outra mesa só com o famoso peru, tudo estava decorado e havia muitos presentes… mas sabe de uma coisa?
Não me convidaram! Eu era o convidado de honra e ninguém se lembrou de me convidar! A festa era para mim e quando chegou o grande dia, fecharam a porta da DIREITA na minha cara, a porta da ESQUERDA, voltei para DIREITA e ninguém abriu a porta. Bem que eu queria partilhar a mesa com eles…
A verdade não me surpreendeu porque, nos últimos anos, muitos me fecham a porta. Como não me convidaram, ocorreu-me entrar sem fazer ruído, entrei e fiquei num cantinho à DIREITA.
Estavam todos brindando, alguns já estavam embriagados, contando piadas, rindo, divertindo-se. Aí chegou pela porta da ESQUERDA ,um VELHO GORDO, VESTIDO DE VERMELHO, COM BARBA BRANCA E GRITANDO: HO! HO! HO!. Parecia ter bebido demais… Tombava para DIREITA, para ESQUERDA, para DIREITA de novo e finalmente deixou-se cair pesadamente numa cadeira à DIREITA da sala e todos correram para ele dizendo: Papai Noel! Papai Noel! – como se a festa fosse para ele!
Quando chegou meia-noite, todos começaram a abraçar-se, abraçavam o amigo da DIREITA, da DIREITA novamente. Eu estendi meus braços para ESQUERDA , para DIREITA, para ESQUERDA novamente,esperando que alguém me abraçasse… Quer saber? Ninguém me abraçou.
De repente, todos começaram a entregar presentes, um a um, os pacotes foram sendo abertos. Cheguei perto para ver se, por acaso, havia algum para mim , andei para ESQUERDA, para DIREITA, para o colega da DIREITA – nada!
O que você sentiria se no dia de seu aniversário todos se presenteassem e não dessem nenhum presente para você? Eu ia em direção a cada um ,à DIREITA,à DIREITA novamente, ia ao amigo encostado à DIREITA e nada…
Compreendi, então, que estava sobrando na festa… Saí sem fazer barulho, fiz um caminho difícil, entrei a PRIMEIRA À DIREITA, depois TERCEIRA À DIREITA , depois TERCEIRA À DIREITA novamente, PRIMEIRA À ESQUERDA, em seguida QUARTA À DIREITA e finalmente QUINTA À DIREITA, fechei a porta, fui embora…
Cada ano que passa é pior: as pessoas só se lembram da ceia, dos presentes, das festas… De mim ninguém se lembra.
Gostaria que, neste Natal, você me permitisse entrar na sua vida, reconhecendo que há mais de dois mil anos vim ao mundo para lhe dar minha vida na cruz e, assim, poder salvar você… Hoje só quero que acredites nisso com todo seu coração… “

sábado, 18 de dezembro de 2010

Papai Noel ou Jesus?



Essa semana li com Julinha um texto de pe. Fábio de Melo, onde ele fala algo sobre a substituição do menino Jesus pelo Papi Noel...
Ao final da leitura, Júlia foi até a árvore de Natal, onde temos um papi noelzinho pendurado, e arrancou ele dali.
Retirou tb um Papai Noel que coloco no balcão.
Vendo a cena, os meninos perguntaram...
"Júlia, o que vc tá fazendo?"
No que ela respondeu:
"No nosso Natal, não tem Papai Noel, pois a festa é de Jesus"

sábado, 11 de dezembro de 2010

sábado, 4 de dezembro de 2010

Natal é para curtir com a familia

Sei que estou com muitos posts atrasados...muitos pedidos de ideias pendentes, mas como o Natal se aproxima, resolvi começar por aqui...(praticamente pelo final...)kkkkkkkkkk
Aqui em casa o Natal é realmente o Natal.
As crianças se divertem com  a celebração e todos ficam envolvidos desde a montagem da árvore, escolha dos objetos, escolha das brincadeiras...tudo.
Dia desses montamos nossa árvore...já bem tarde da noite do Domingo, pois minha filha não queria deixar para o outro dia, pois no Domingo papai montaria junto tb...afinal temos que montar todos...a nossa familia - falou.
E é verdade.Ela estava certa.Foi uma noite muito divertida e cheias de lembranças agradáveis dos natais passados...
Então assim começamos nosso Natal 2010.
Felizes, envolvidos com a celebração.

Naveguei pela net esses dias, e encontrei algumas ideias para fazer com as crianças.
Abaixo algumas sugestões...para que a familia toda possa participar desse momento de paz, confraternização.

Espero que gostem!
Beijocas 

Como criança adora pintar, encontrei esse prezépio para ser pintado e montado.
Pode ser feito pelas crianças e montado pelos pais.
Que tal colocar num cantinho charmoso na casa?
Tenho certeza de que ficarão muito orgulhosos e mostrarão o prezépio para todos que chegarem!

(clique para ampliar)





Anjo de papel




Este anjo bonito pode ser colocado na mesa, como marcador de luagar (basta escrever o nome de cada pessoa sobre o anjo e colocá-las nas placas), ou você pode colocá-la no topo de uma pequena árvore de Natal!


Vejam, é facinho de fazer!


MATERIAIS:

impressora
papel
cola ou fita adesiva
tesoura
Opcional: 1 / 2 círculo de papel branco
OPCIONAL: cola glitter, brilhos, paetês, renda ou marcadores


INSTRUÇÕES:

Imprima o modelo
Corte  as peças do modelo.

Opcional: adicione cola glitter, brilhos e paetês para decorar as asas.


Recorte o círculo do modelo.

puxe a borda que diz " Cole aqui" para fazer uma forma de cone.

Use cola ou fita adesiva para fechar

Cole o guardanapo na parte traseira do cone

Cole a cabeça sobre o topo do cone e os braços para o lado (ver foto no topo desta página)

Decore o cone como desejado com brilhos, cola glitter, lantejoulas e rendas. 

Abaixo o modelo colorido e uma opção do preto e branco para que as crianças se divirtam pintando.
(clique para ampliar)




Vou escolher mais algumas coisinhas  e posto já!
Vamos aproveitar que as crianças estão de férias e vamos festejar o Natal o mês todo!


sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Política é coisa de criança sim!

Dia desses, estava com meus afazeres domésticos qdo Vinícius chega com suas incansáveis perguntas...

__ "Mamãe, vc já sabe em quem vai votar?"
__" hum...ainda não...estou analisando os candidatos.." - Respondo.
__" E esses candidatos que vc está analisando, são contra ou a favor da transposição do Rio São Francisco?"...


Hã?Onde está meu filho que ontem brincava de carrinho?

Atividades educativas

Gosto muito de estudar com as crianças atavés do computador.
Sempre invento uma moda aqui, outra ali, para que eles estejam sempre envolvidos e estimulados a pesquisar os assuntos na net.
E navegando por vários sites, encontrei um bem legal que contem algumas atividades educativas para que aprendam brincando.

Abaixo mostro algumas dessas atividades:

1) ATIVIDADE SOBRE A REVOLUÇÃO FARROUPILHA



2) ATIVIDADES SOBRE O  SISTEMA DIGESTÓRIO




3) ATIVIDADES SOBRE SISTEMA RESPIRATÓRIO



Espero que lhes seja útil!

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

O que vc vai ser quando crescer?

Dia desse a conversa era sobre o que gostariam de ser qdo crescer!
E Lucas diz que quer ser astronauta, Gui, não abre mão de ser um chef e ter seu restaurante...Júlia, é claro...como toda menina nessa idade, quer ser professora.
mas Vini não decidiu sobre isso ainda.


Então passados alguns dias, vem ele, do nada , e se joga no sofá por cima de mim, todo resolvido da vida...

_Mamãe, já decidi o que vou ser quando crescer!!!
_Foi mesmo, filho?Que legal!E então, o que vc quer ser qdo crescer? - digo.
_O presidente!!!

Te peguei!

Lucas ao entrar no quarto e surpreender Gui escondendo um de seus brinquedos:

_ "A-há! Te peguei no flágrima!!!"



segunda-feira, 12 de julho de 2010

Shrek para sempre!

Ontem fomos assistir ao tão esperado último capítulo do Shrek.

Muitas risadas, muitas pipocas e muito fuxico no escurinho do cinema...
Fim de férias para os muitos!








Até "o meu malvado favorito!"


Caras e Bocas...

Acabei de descarregar a máquina ...eis que encontro essas fotos do pequeno grande homem Gui.
Esse é uma peçinha rara viu...
Vejam a encenação!



















ai ai ai...

terça-feira, 29 de junho de 2010

Amigo estou aqui...

Neste Domingo fomos assistir ao tão esperado filme TOY STORY 3.
Lindo!

Toda a turminha de volta, mas desta vez, vivendo um "drama" mais sério...

Andy agora está crescido e se prepara para ir para a faculdade e seus leais brinquedos vão parar numa… creche!
Então a turminha se mete em muitas confusões, alegrando a todos nós!

As crianças adoraram e se emocionaram com o drama vivido pelos brinquedos mais fofos do mundo!

Não deixem de ir conferir!!



sábado, 5 de junho de 2010

Pequenos traumas podem levar crianças à depressão

Excesso de atividades e até mordida de cão podem desencadear doença.


Sinais de depressão aparecem em 4,2% de brasileiros entre 6 e 17 anos.




Expressões de tristeza, desânimo e isolamento podem ser sintomas de depressão (Foto: Divulgação)

Situações que parecem corriqueiras e simples para um adulto, como o excesso de atividades, uma mordida de cachorro ou uma separação, podem levar crianças à depressão, segundo especialistas.

Uma pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), em parceria com o Instituto Ibope, em agosto deste ano, detectou os sintomas mais comuns de transtornos mentais entre as crianças e adolescentes de 6 a 17 anos. Sinais importantes de depressão aparecem em aproximadamente 4,2% das crianças e adolescentes brasileiros nessa faixa etária.


É importante ressaltar que os números da pesquisa não se referem, necessariamente, a crianças e adolescentes com depressão e sim a crianças e adolescentes com sintomas depressivos importantes, a ponto de levar a mãe a procurar tratamento. Parte destas crianças e adolescentes pode já ter uma depressão instalada, mas não podemos afirmar por questões metodológicas”, afirma Tatiana Moya, coordenadora do Departamento de Epidemiologia Psiquiátrica da ABP.


De acordo com a psicoterapeuta Mara Pusch, da Universidade Federal de São Paulo, as formas de depressão podem ser diferentes em crianças e adolescentes. “Geralmente a depressão infantil é mais rara e, na adolescência, é mais comum, já que essa corresponde a uma fase de transição de um corpo e mente de criança para um corpo e mente de adulto. Nessa etapa da vida, a probabilidade de não aceitação de si mesmo ou auto-estima diminuída é maior”, diz.


Algumas doenças emocionais, segundo Mara, têm componentes genéticos que podem influenciar a tendência de uma criança ou adolescente ter depressão. Ainda assim, fatores como um trauma podem desencadear transtornos mentais sérios. “Uma criança pode desenvolver a depressão por traumas que vão desde uma mordida de cachorro até a separação dos pais, que correspondem a situações de grande estresse”, diz. Segundo a especialista, há casos de bebês que, quando são afastados da mãe, podem apresentar sinais de depressão, como parar de mamar.



Como identificar

Expressão de tristeza, desânimo para realizar atividades que antes eram prazerosas e isolamento são alguns dos sintomas que devem ser observados para detectar casos de depressão em crianças e adolescentes. “Em alguns casos esses sintomas vêm associados ao desejo de morrer do adolescente, que muitas vezes é expresso. Isso pode ser considerado um pedido de ajuda e merece a atenção dos pais”, afirma Mara. Outros sintomas que merecem atenção são a perda ou o ganho de peso sem motivo aparente e de forma muito rápida.
Em caso de crianças e adolescentes que apresentem algum desses sintomas, a psicoterapeuta orienta que os pais procurem um pediatra, que deverá encaminhar para uma ajuda psiquiátrica ou psicológica. Vale observar o comportamento da criança na escola e em outros momentos em que ela se relaciona com os colegas. “É importante que os pais tentem descobrir o que desencadeou a depressão”, diz Mara.
Crianças com uma intensa rotina de atividades e que moram em grandes cidades têm mais tendência a desenvolver depressão do que crianças que vivem em ambientes tranqüilos. “Um quadro de depressão não tratado na infância e na adolescência pode prejudicar o desenvolvimento global normal da criança, como o aprendizado e o desenvolvimento emocional. A doença pode também predispor a criança a um transtorno mental crônico e de difícil tratamento no adulto”, diz Tatiana, da ABP.

sexta-feira, 28 de maio de 2010

Aprender brincando



Qual a coisa mais difícil que você já teve de aprender: raiz quadrada, andar de bicicleta, nadar, escrever ou esperar a sua vez de falar?

Aprender é difícil. Ou, parece difícil. A gente nasce sem noção, nome ou idioma. Gastamos, em média, os primeiros 25 anos da vida para aprender uma profissão. Por outro lado, poucas horas depois do parto, sem aula de comunicação ou semiótica, já aprendemos que o choro é o atalho mais eficiente até o peito da mãe para matar a fome.


Pensando bem, aprender, pelo menos no início da vida, parece fácil. Observe o número de coisas que a gente aprende entre 0 e 3 anos de idade: sugar, andar, falar uma língua, comer sozinho, desenhar, cantar, se defender da mordida dos amiguinhos do jardim da infância… Isso, é claro, para não entrar nos casos, cada vez mais frequentes, de pirralhos que jogam games e escolhem seus vídeos preferidos no YouTube.
Navego por esses pensamentos numa pracinha de São Paulo. Estou impactado pela evolução da performance dos meus filhos menores no balanço. Há mais de ano me aplico com afinco na tarefa de ensiná-los a ganhar impulso no brinquedo sem precisar de eu ficar empurrando. Agora, justamente depois de um período longe da minha supervisão, sou surpreendido pela desenvoltura com que ambos aprenderam a ganhar velocidade, suingue e controle do aparelho com uma facilidade inexistente anteriormente sob meu treinamento. Eles percebem meu ar reflexivo:

– Pai, quer ver como a gente vai alto?, diz Clarice.
– É só esticar as pernas quando vai pra frente. E recolher quando vai para trás. É fácil, emenda Miguel.
– Quem ensinou?, pergunto enciumado.
– O Caio! Diz Miguel com entusiasmo, revelando a gratidão com o amigo da classe.

Fico diante da cena com um sentimento duplo. Feliz por vê-los brincando leves no ziguezague simples.E, confesso, um pouco frustrado com o fato de que, após mais de um ano de tentativas de treiná-los exatamente com a mesma técnica, eles só tenham tido o “clique” do aprendizado com outro professor, o Caio.

Faço um retrospecto de quantas vezes já tentei ensinar alguém a fazer algo que me parecia fácil, usando toda a minha energia, sem sucesso. Olho os dois trapezistas no balanço – Clarice se dá ao luxo de fechar os olhos por um longo tempo para experimentar a sensação de “estar voando”, segundo palavras dela – e imagino como deve ter sido divertida e eficiente a “aula” do professor Caio. Três almas livres, despreocupadas, brincando e aprendendo juntas os segredos da Física e da arte pendular do balanço, sem pressão por resultados, sem a responsabilidade de agradar ou preencher uma expectativa dos pais. Aos poucos, minha frustração foi se transformando num suave contentamento.

O drama de educar os seres humanos vem de longe. Tudo começou há milhares de anos, desde que deixamos de ser macacos, ou em 1770. A frase é do educador alemão Dieter Lenzen, se referindo ao ano da criação da primeira faculdade de Pedagogia da era moderna, em Halle, Alemanha. A palavra pedagogia tem origem no grego: paidós, criança; agogé, condução; direção ou educação de crianças. Naquela tarde na pracinha, eu aprendi uma Pedagogia muito especial: a do aprender brincando.




MARCELO TAS é jornalista e comunicador de TV. Tem três filhos: Luiza, 20 anos, Miguel, 8, e Clarice, 4. É âncora do “CQC” e autor do Blog do Tas.

sexta-feira, 21 de maio de 2010

quinta-feira, 20 de maio de 2010

O Youtube para crianças

Hoje na hora do jantar Gui vem com essa:

_ Mamãe, faz um YOUTUBE para mim!

Então perguntei...

_ Mas por que vc quer um Youtube? - Achando que ele havia confundido com Orkut.

_ Para eu mostrar meus vídeos!!! - Responde ele!


Então foi aí que me dei conta que o mundo da internet realmente invadiu nossas crianças, e nossas vidas.Temos que ser responsáveis e selecionar os conteúdos que podem ser acessados por nossos filhos... é claro que Youtube não é um site indicado para nossos filhos estarem "fuçando",  pois você tem zilhões de vídeos, até vários educativos, porém os destinados às crianças se perdem no meio da grande maioria que não são para eles...foi daí que lembrei do TOTlol.com, o Youtube Infantil.

Um portal criado por  um programador de 38 nos Estados Unidos, chamado Ron Ilan, que  viu que sua filha passava muito tempo no YouTube e resolveu criar uma versão do site, chamadoTotlol, apenas com vídeos para crianças de 6 meses a 6 anos. O site (um mashup) é quase que apenas um tipo de filtro no YouTube, visto que os vídeos continuam hospedados no site do Google. Os usuários se cadastram no Totlol e inserem os vídeos que acham adequados para o consumo do público infantil, organizando por tags e categorias.

Um portal muito legal, com conteúdo exclusivamente para nossas crianças.
Tem desenhos, clipes, coisinhas fofas.


Faça uma visita e confira!
Seus filhos vão amar!



A Mágica do professor Copérnico

Mais um livrinho escaneado para vcs!
Este foi passado por tia Bel para a turma de Julinha, como livro de leitura.
Escaneei para disponibilizar para quem tiver interesse!

É só clicar no livro e vc irá para a página de livrinhos infantis!

quarta-feira, 5 de maio de 2010