terça-feira, 8 de dezembro de 2009

39 coisas que toda mãe deveria saber



Ser uma mãe bacana, educar pra vida e pro mundo, dar limites, saber dizer não, enfim, todas aquelas coisas que a gente tem de fazer por amor ao filho não devem transformar você numa mãe chata. Pelo contrário! Aliás, educar faz parte do nosso show, mas ser mãe não é só isso. Curtir com o filho, rir com ele, aproveitar a infância é a melhor parte de todas. É prazer, não obrigação. Por isso, fique esperta, relaxe e não deixe passar nenhuma oportunidade de curtir junto com seu filho. Ele vai ficar feliz, com certeza; e você... vai ficar muito mais!


1 Pode se vangloriar dos filhos que tem. É bom! Bata palma, tire foto, não ligue em ser coruja. Faz parte!

2 Vista sua filha pequena como uma menina pequena.

3 Faça as suas coisas enquanto seu filho está acordado. Fique de olho nele e faça as coisas de casa com ele por perto mesmo. Deixar pra fazer coisas chatas depois que ele dorme é cilada. Você tem de ter um tempo só seu. E, nesse tempo, fazer coisas gostosas. Mãe bem humorada aproveita filho cheio de energia. Mantenha o bom humor, portanto...

4 Fantasia e roupa “comum” são praticamente a mesma coisa. Melhor dizendo: fantasia é roupa de todo dia. É melhor liberar de uma vez e deixar seu filho usar as fantasias preferidas quanto quiser, sempre que quiser.

5 Calcinha e cueca sujas de cocô têm de ir pro lixo. Sem choro nem vela.

6 Quando seu filho acordar, acorde também. Nada de querer que ele volte a dormir. Desista, isso nunca acontece. Aquela conversa de “só mais um pouquinho” é pura perda de tempo e de paciência. Então, força aí e pode ir levantando. Agora, se você estiver doente, grávida ou se ele acordar bem no meio da noite, ignore esse item.

7 Enquanto eles forem pequenos, compre sapatos baratos. Seu dinheirinho não caiu do céu e pé de criança cresce mais rápido do que a gente imagina. É um susto atrás do outro.

8 Coloque band-aids em todos os lugares que seu filho quiser colocar. No machucado e onde não tem machucado nenhum. No corpo, todo, na parede... Por que não?

9 Sempre corte o cabelo dos meninos no barbeiro. Esqueça a ideia de ir ao mesmo salão que você. Eles odeiam.

10 Não reprima os impulsos generosos da criança. Se ela oferecer para uma criança carente aquele brinquedo que acabou de ganhar, fique feliz.

11 Saiba de uma coisa: aquela manchinha na roupa mais bacana do seu filho não vai sair. E tudo bem. Quanto antes você aceitar isso, melhor.

12 Ensine seu filho a se balançar sozinho. Depender de um adulto pra brincar no parquinho não é lá grande coisa, nem pra você e nem para a criança. Além disso, aprender a ser independente é uma lição para a vida toda.

13 Você vai se sentir destruída com frequência. Parece que um trator passou em cima da gente, é assim mesmo. Acostume-se. Levanta, sacode a poeira e esteja pronta pra outra.

14 Não se esqueça dos jogos de tabuleiros. Alguns são meio chatinhos mesmo, principalmente os de criança muito pequena. Mas Batalha Naval e Banco Imobiliário não são de todo ruim.

15 Assuma seus caprichos – os seus e os de seu filho.

16 Em algum momento o final das férias chega e a correria recomeça. Comida saudável, mais regras, menos TV, tarefa, cuidar da casa, levar pra escola... Espere. Saiba que, daqui a uns meses, o semestre acaba e tudo vai ser igual. É o ciclo da vida, meu bem.

17 A gente sabe que, quando seu filho se comporta mal, você deve explicar quais as consequências daquele ato... Mas, às vezes, é difícil falar isso para a criança de uma forma que ela entenda. Nesses casos, fale que, se ele não se comportar, você vai cortar as unhas dele ou fazer algo que ele realmente deteste. Esse exemplo costuma funcionar com os pais, mas é bom você achar um que dê certo com você.

18 Procure gostar do que ele gosta. Pode ser meio difícil quando ele repete o mesmo DVD pela milionésima vez, mas tem recompensa quando ele brinca com você daquele mesmo jogo de que você gostava.

19 Compre desodorante pro seu filho antes que ele (e todo mundo) perceba que precisa de um.

20 Se seu filho for para algum lugar sem você, mande um paninho com ele. É como se um pedacinho da mãe estivesse ali.

21 Sabe aquele brinquedo que seu filho não larga? Compre cópias, pra não se estressar quando ele ficar na casa da avó.

22 Este é dos bons: use um edredom na cama e não esquente a cabeça com o lençol de cima. Não só você vai adorar esse conselho, mas seus filhos também – quando eles estiverem aprendendo a arrumar a cama.

23 Não adianta querer explicar para seu filho como funciona o mecanismo da descarga, por exemplo. Provavelmente, ele não vai se interessar muito...

24 Não aplique um castigo que fere mais do que o erro da criança.

25 Risque de seu vocabulário palavras ofensivas. Seu filho até pode estar errado, mas nunca deve ser chamado de “idiota” e coisas do tipo.

26 Faça sempre cara de quem adorou as gororobas que seus filhos cozinham pra você.

27A não ser que seja verão e seu filho esteja no sítio, na praia ou na piscina, não caia na tentação de comprar brinquedos melequentos, que, na melhor das hipóteses, vão sujar seu sofá.

28 Ensine seus filhos a gostarem de música bacana. Pra que se torturar ouvindo o disco inteiro do “Ursinho Não-Sei-Que-Lá” se ele pode adorar os Beatles?

29 Se seu filho, ocasionalmente, dormir sem escovar os dentes, o mundo não vai acabar. Criança dormindo não devia ser acordada nunca.

30 Hoje em dia se vende o álbum de fotos até da formatura do primeiro ano. São caros e você não precisa gastar tanta grana. Faça você mesmo as fotos.

31 Seu filho deve ser premiado pelas vitórias que se esforçou para conquistar. Elogio é bom e todo mundo gosta.

32Ensine seu filho a fazer o próprio café-da-manhã, mas sem pressa nem pressão, no ritmo dele.

33 Responda com sinceridade: o que de ruim pode acontecer com seu filho se ele dormir de roupa?

34 Se a mudança da escola ou a nova babá não deu muito certo no começo, não fique estressado. Pense que, com o tempo, as coisas vão melhorar.

35 Você não precisa gostar de buffet barulhento.

36 Nada de martírio se, um dia, precisar fazer uso de um suborno básico.

37 Febre passa. Mas, até passar, você vai ficar com o coração na mão.

38Não deixe as festas de criança se transformarem em motivo de estresse. Festa é alegria.

39 Ser independente é uma coisa maravilhosa – pra todo mundo. Assim como ter um momento a dois. Tenha uma boa dose das duas coisas.

Um comentário:

  1. Olá! Encontrei o seu blog por acaso. Muito legal, parabéns! Tenho 2 filhos e estou grávida de gêmeos. Mais uma integrante para o clube "mamãe de muitos" : )
    Montei um blog sobre alimentação infantil. é o menudobebe.blogspot.com
    Beijos

    ResponderExcluir