28 de dezembro de 2016

Bolo e muitos doces pra vc, meu amor!

Vini teve seu primeiro aniversário de vida nova.
Não podíamos deixar de celebrar esse dia tão especial em nossas vidas.
Saímos para comer uma pizza, proximo de casa.

Pizzas excelentes, a massa maravilhosa!
Escolhemos a  Atlantica, com camarão e abacaxi, super diferente.Adoramos.
E a outra de peperone.



Em casa, montamos uma festinha brasuca-tuga...com os docinhos de cá e de lá.;D
Brigadeiros e Pastel de Nata, dividiam as atenções na mesa.





Parabéns para vc, meu filho querido!






20 de novembro de 2016

15 anos de Júlia, comemorando entre amigos

E de repente passaram-se 15 anos...desde que ela chegou em nossas vidas.
Júlia, que ainda tinha dúvidas de como seria sua festa...acabou optando comemorar com um churrasco com amigos, na piscina.
E assim fizemos.Mesmo de uma forma bastante corrida(E Deus sabe como foi tudo muito corrido), tentamos deixar tudo muito simples e aconchegante...mas que não perdesse o foco principal: DIVERSÃO.
Júlia é uma menina tímida, e desde o início do "ano dos 15", já tinha me dito que a única certeza que ela tinha é de que a festa não seria grandiosa, pois não gosta de ser o centro das atenções.

E assim, fizemos tudo com o maior carinho do mundo, e fizemos tudo mesmo, não foi , Julia?

Começando pelas rosas de scrap lindas que colocamos na parede.


E o convite?
Como a festa seria rústica e simples, optamos pelo informal papel Kraft.
Mas não perdemos a beleza das flores..


Júlia escolheu um poema para presentear os amigos, e assim montamos a delicada caixa com o convite.
Poema, tags e pequenos mimos para agraciar quem recebia o convite.



A bicicleta que foi confeccionada especialmente para ela.








Foi um dia muito divertido, como tinha que ser, e sempre com o toque romantico e delicado como ela gosta.



Todos os amigos queridos, e familiares estavam lá, e tornaram esse dia muito especial














Parabéns, meu amor!
Foi tudo lindo e do jeitinho que vc queria.


22 de julho de 2016

Na balada

E finalmente 2016 parece ser o ano das festas de 15 anos das amigas de Vini.
E eu, uma pobre mãe aflita em casa, doida para que esse filho ingrato chegasse e contasse todos os detalhes...
Nada.
Nem um docinho para mainha.
Eu, com o coração( e o celular) na mão, até que ele ligasse para ir buscar.O sossego só chegava qdo ele finalmente estava em casa.
Lembrei então, de uma oração que li ainda qdo era criança.
Hoje como mãe de adolescentes que começam a criar asas e sair com os amigos a noite, me pego emocionada lendo essa oração, tão real e tão atual.

Oração da maçaneta
Não há mais bela música

que o ruido da maçaneta da porta

quando meu filho volta para casa.
Volta da rua, da vasta noite,

da madrugada de estranhas vozes,

e o ruido da maçaneta
e o gemer do trinco,
o bater da porta que novamente se fecha,
o tilintar inconfundível do molho de chaves
são um doce acalanto,
uma suave cantiga de ninar.

Só assim fecho os olhos,
posso afinal dormir e descansar.

Oh! a longa espera,

a negra ausência,

as histórias de acidentes e assaltos
que só a noite como ninguém sabe contar!

Oh! os presságios e os pesadelos,

o eco dos passos nas calçadas,

a voz dos bêbados na rua
e o longo apito do guarda
medindo a madrugada,
e os cães uivando na distância
e o grito lancinante da ambulância!

E o coração descompassado a pressentir

e a martelar

na arritmia do relógio do meu quarto
esquadrinhando a noite e seus mistérios

Nisso, na sala que se cala, estala

a gargalhada jovem

da maçaneta que canta
a festiva cantiga do retorno.
E sua voz engole a noite imensa
com todos os ruídos secundários.
-Oh! os címbalos do trinco
e os clarins da porta que se escancara
e os guizos das muitas chaves que se abraçam
e o festival dos passos que ganham a escada!
Nem as vozes da orquestra
e o tilintar de copos
e a mansa canção da chuva no telhado
podem sequer se comparar
ao som da maçaneta que sorri
quando meu filho volta.

Que ele retorne sempre são e salvo,

marinheiro depois da tempestade

a sorrir e a cantar.
E que na porta a maçaneta cante
a festiva canção do seu retorno
que soa para mim
como suave cantiga de ninar.

Só assim, só assim meu coração se aquieta,
posso afinal dormir e descansar.










29 de janeiro de 2016

Passeando por Recife...logo ali!

Ano passado demos um passeio por Recife.Uma cidade bem vizinha, mas que nunca tínhamos ido em familia para aproveitar.
Foi um passeio muito divertido.

Ficamos hospedados no hotel Dorisol, um excelente lugar, próximo a tudo, mas não fica em Recife e sim em Joboatão dos Guararapes.É de frente ao mar, lugar lindo, adoramos!!
A escolha do hotel foi devido as acomodações, espaços e tb, a localização com shoppings e avenidas principais.



Passeamos pelo Shopping Guararapes, e qdo chegamos estava havendo uma exposição egipcia.







Os meninos, claro, adoraram e tiraram muitos selfs.Rss

O shopping Guararapes é bem pequeno, mas muito aconchegante.

Passeamos tb pelas ruas do Recife Antigo.Passeio que vale a pena...pois podemos conhecer um pouco mais da historia do lugar.






Centro de artesanato tb muito legal.No nosso caso, sinceramente não vimos nada de diferente do que encontramos aqui em Natal...pois temos a mesma cultura, mas com certeza, para o pessoal mais distante..é um artesanato encantador!



Passemos tb pelo Shopping RioMar, adoramos!Comemos uma pizza deliciosa no Armazém Guimarães.


Outro passeio excelente é pelo Instituto Ricardo Brennand.Maravilhoso!
Não deixem de conhecer com a criançada, vão adorar!













Adoramos nosso passeio por Recife, foi perfeito.
Com certeza voltaremos mais vezes.